topo frente

Paleontologia: Registros da vida como ela era

Unidade responsável: Pró-Reitoria de Extensão e Cultura.

Subunidade responsável: Programa Museu Dinâmico Interdisciplinar (PROMUD).

Processo nº: 13304/2011

Parceiros: DGE; PGB, Lions Clube Universitário Integração

Início: 01/12/2011

Clientela: Alunos e Professores de ensino fundamental, médio e superior de todo o território nacional.

Resumo do projeto:O conhecimento paleontológico fundamenta e oferece provas que corroboram as teorias evolutivas, que se constituem na base do ensino de Ciências Biológicas. Os conceitos, as inferências e interpretações referentes ao mundo e à vida pretérita, são resultantes de séculos de investigações científicas e possibilidades tecnológicas que permitem ao homem atual desvendar e recontar a História da vida na Terra (Schwanke e Silva, 2004). Além do mais, a Paleontologia caracteriza-se por ser uma ciência de caráter multidisciplinar, situada na interface entre as Ciências Biológicas e as Geociências, fornecendo subsídios para os estudantes se envolverem com a ciência, devido às várias abordagens que possibilita, integrando vários campos do saber; se bem explorada pedagogicamente, a Paleontologia reveste-se de grande potencial para se constituir em um instrumento facilitador do processo de investigação científica e de transformação de uma visão fragmentada para uma visão integrada da ciência (Soares et al, 2004 e Soares, 2009).É importante salientar que a Paleontologia, no contexto museológico, oferece uma contribuição ímpar de ilustração e internalização interdisciplinar, contextualizando os processos evolutivos com a realidade da clientela. Segundo Mello, et al (2005), torna-se necessária uma abordagem mais frequente dessas ciências no Ensino Básico, atendendo inclusive aos PCN (Parâmetros Curriculares Nacionais), que as recomendam para a Educação Básica Brasileira.Dentre os impactos esperados por este projeto, destacamos a publicidade que o mesmo proporcionará a presente instituição, através da criação de um grupo de pesquisas em paleontologia, até então inédito na região noroeste do Paraná. Além disso, objetiva-se com o projeto:
- Apresentar conceitos básicos paleontológicos que auxiliam na reconstituição da história da vida na Terra;

- Oferecer um ambiente que ilustre a aprendizagem contextualizando-a de forma interdisciplinar;
- Capacitar e oferecer recursos humanos para monitoria de História Natural;
- Abrigar o registro fossilífero obtido de doações e descobertas locais;
- Fornecer ambiente e condições básicas para o desenvolvimento de futuras pesquisas na área paleontológica;
- Criação de um grupo de estudos em paleontologia;
- Estimular a pesquisa e o desenvolvimento científico na área de paleontologia, em busca de novas descobertas na região noroeste do Paraná;
- Produção de material de apoio pedagógico e publicitário para o Museu (MUDI/UEM);

 

Equipe envolvida em 2013:

Coordenador: Lucas César Frediani Sant’ Ana

Docentes da UEM:

Lucas César Frediani Sant’ Ana

Marcílio Hubner de Miranda Neto

Débora de Mello Gonçales Sant'Ana

Paulo José Moraes Monteiro e Teixeira Germano

Discentes da UEM:

Mateus Schiller Bernini

Douglas Martins Coelh

Mario Cezar Schenekemberg

Elissandro Voigt Beier

Suellen Moura Rocha

Sumiko Massago

Thays Zigante Furian

Suelen Paulina Carnieli Gondo

Walter Luis Bressan

Alunos de pós Graduação:

David Teixeira Guidoti

Daniela Granella Gomes Guidoti

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



pastedGraphic.png