topo frente

Caminhos ecológicos na UEM

Título:Caminhos ecológicos da UEM
Processo nº:10345/2009

Órgão Proponente:Museu Dinâmico Interdisciplinar da UEM

Parceiros na realização do projeto (no período de abrangência deste relatório):SICOOB (Maringá, PR)

Órgãos financiadores (se possível com n° de processo de valor): não há

Outros órgãos da UEM envolvidos (siglas): PEC, DBI

Apoio/Parceiros:CNPq, FADEC, Receita Federal, Vitae, Secretaria Nacional da Ciência e tecnologia para a Inclusão Social, Fundação dos Rotarianos de Maringá.

Equipe envolvida:
Coordenador:Maria Auxiliadora Milaneze Gutierre

Docentes da UEM:

Alunos da UEM:
André Ferreira de Oliveira(bolsista)
Caio Noritake Louzada
Ligia Debone Piazza
Samara Colaoto Herreiro
Manuelle Masson Guapo

Comunidade externa: professor Basílio Baccarin

Técnicos administrativos da UEM: não há

Ações desenvolvidas no ano de 2010:
Nesteperíodo de atividadesforamrealizadas as seguintesatividadesextensionistas:
- Planejamento de pequenaspalestras para seremproferidasaopúblicovisitante do Mudi, tendopor base artigoscientíficos e textosdisponíveisna internet, relativos a importância das calçadasecológicas para a melhoria das condiçõesambientais da zona urbana.
- Treinamento para ofereceraopúblicovisitante do Mudi as informaçõesacimaobtidas.
- Obtenção de informações, em campo, das reaiscondições de plantio das espéciesvegetaisnoslocaispreviamentedelimitados no projeto.
- Obtenção de informações junto aosmoradores das ruaspróximas a UEM, o quegerou o resumoapresentado no XI EncontroMaringaense de Biologia – XXIV Semana da Biologia (2009), conformeconstanacópiaemanexo.


Públicoalcançado/característica do público:

Educação infantil (estudantes e professores): 454
Ensino Fundamental e Médio (estudantes e professores): 12.356
Ensino Superior (acadêmicos e professores): 370
Ensinotécnico: 197
Terceira idade: 476
Total 13.853

Produção científica e técnica (arquivo ou link de resumos apresentados em eventos, artigos publicados, etc):

RESUMO DE TRABALHO CIENTÍFICO APRESENTADO

XI EncontroMaringaense de Biologia – XXIV Semana da Biologia. 2009.
Resumos de TrabalhosCientíficos
ÁreaTemática: Ecologia


OPINIÃO DOS MORADORES DAS RUAS PRÓXIMAS À UEM (MARINGÁ, PR), SOBRE O TEMA “CALÇADAS ECOLÓGICAS”

André Ferreira de Oliveira, Caio Noritake Louzada, Manuelle Masson Guapo, Samara ColaotoHerreiro, BasílioBaccarin

UniversidadeEstadual de Maringá. Departamento de Biologia e MuseuDinâmicoInterdisciplinar.
Av. Colombo, nº 5790, Maringá (PR), Cep: 87020-900. e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

As calçadasecológicas, implantadasnasviaspúblicas, compõem-se de umaáreapermeávelformadaporfaixas de gramados, jardins e arborizaçãoadequada, oumateriaispermeáveiscomoconcregramas e blocos de cimentoentretravados, além de umaáreaimpermeável, de concreto, porondetransitamospedestres. Tal áreapermeável tem comovantagens a redução do escoamento superficial das águaspluviais, prevista com relação à superfícieimpermeável, com consequenteredução dos custos de implantação do sistema de drenagem pluvial urbana. EmMaringá (PR), a Lei 335/99 estabelece a obrigatoriedade da implantação de calçadasecológicasemtodososbairros da cidade, excetonaregião central da cidade. Com o objetivo de avaliar a aceitação da implantação de calçadasecológicasnasruaspróximas à UniversidadeEstadual de Maringá (PR), nosmeses de maio a julho de 2009 foiaplicado um questionário, com questõesabertas, aoscomerciantes e moradores da ruaLauro Eduardo Werneck, um dos principaisacessos à universidade, perfazendo o total de 17 amostras. A análise das respostasrevelouquetodososentrevistadosafirmaram saber o que é umacalçadaecológica, porémapenas 41,18% responderamcorretamente a funçãoecológica das mesmas. Do total, 82,3% gostariam de terumacalçadaecológicaemfrente à sua casa oucomércio; 88,2% se encarregariam de aguar as plantasnasprimeirassemanas de implantação das calçadas, e apenas 58,8% estásatisfeito com a atualarborização de suarua. Emadição, 70,5% dos entrevistadoscontribuiriam com algum valor monetário, para queprojetosdestanaturezafossemimplantados.

Apoio: SICOOB (Maringá, PR)
Textodisponívelem: www.dbi.uem.br, no link resumosemabi 2009

Título:Caminhos ecológicos da UEM
Processo nº:10345/2009

Órgão Proponente:Museu Dinâmico Interdisciplinar da UEM

Parceiros na realização do projeto (no período de abrangência deste relatório):SICOOB (Maringá, PR)

Órgãos financiadores (se possível com n° de processo de valor): não há

Outros órgãos da UEM envolvidos (siglas): PEC, DBI

Apoio/Parceiros:CNPq, FADEC, Receita Federal, Vitae, Secretaria Nacional da Ciência e tecnologia para a Inclusão Social, Fundação dos Rotarianos de Maringá.

Equipe envolvida:
Coordenador:Maria Auxiliadora Milaneze Gutierre

Docentes da UEM:

Alunos da UEM:
André Ferreira de Oliveira(bolsista)
Caio Noritake Louzada
Ligia Debone Piazza
Samara Colaoto Herreiro
Manuelle Masson Guapo

Comunidade externa: professor Basílio Baccarin

Técnicos administrativos da UEM: não há

Ações desenvolvidas no ano de 2010:
Nesteperíodo de atividadesforamrealizadas as seguintesatividadesextensionistas:
- Planejamento de pequenaspalestras para seremproferidasaopúblicovisitante do Mudi, tendopor base artigoscientíficos e textosdisponíveisna internet, relativos a importância das calçadasecológicas para a melhoria das condiçõesambientais da zona urbana.
- Treinamento para ofereceraopúblicovisitante do Mudi as informaçõesacimaobtidas.
- Obtenção de informações, em campo, das reaiscondições de plantio das espéciesvegetaisnoslocaispreviamentedelimitados no projeto.
- Obtenção de informações junto aosmoradores das ruaspróximas a UEM, o quegerou o resumoapresentado no XI EncontroMaringaense de Biologia – XXIV Semana da Biologia (2009), conformeconstanacópiaemanexo.


Públicoalcançado/característica do público:

Educaçãoinfantil (estudantes e professores): 454
Ensino Fundamental e Médio (estudantes e professores): 12.356
Ensino Superior (acadêmicos e professores): 370
Ensinotécnico: 197
Terceira idade: 476
Total 13.853

Produção científica e técnica (arquivo ou link de resumos apresentados em eventos, artigos publicados, etc):

RESUMO DE TRABALHO CIENTÍFICO APRESENTADO

XI EncontroMaringaense de Biologia – XXIV Semana da Biologia. 2009.
Resumos de TrabalhosCientíficos
ÁreaTemática: Ecologia


OPINIÃO DOS MORADORES DAS RUAS PRÓXIMAS À UEM (MARINGÁ, PR), SOBRE O TEMA “CALÇADAS ECOLÓGICAS”

André Ferreira de Oliveira, Caio Noritake Louzada, Manuelle Masson Guapo, Samara ColaotoHerreiro, BasílioBaccarin

UniversidadeEstadual de Maringá. Departamento de Biologia e MuseuDinâmicoInterdisciplinar.
Av. Colombo, nº 5790, Maringá (PR), Cep: 87020-900. e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

As calçadasecológicas, implantadasnasviaspúblicas, compõem-se de umaáreapermeávelformadaporfaixas de gramados, jardins e arborizaçãoadequada, oumateriaispermeáveiscomoconcregramas e blocos de cimentoentretravados, além de umaáreaimpermeável, de concreto, porondetransitamospedestres. Tal áreapermeável tem comovantagens a redução do escoamento superficial das águaspluviais, prevista com relação à superfícieimpermeável, com consequenteredução dos custos de implantação do sistema de drenagem pluvial urbana. EmMaringá (PR), a Lei 335/99 estabelece a obrigatoriedade da implantação de calçadasecológicasemtodososbairros da cidade, excetonaregião central da cidade. Com o objetivo de avaliar a aceitação da implantação de calçadasecológicasnasruaspróximas à UniversidadeEstadual de Maringá (PR), nosmeses de maio a julho de 2009 foiaplicado um questionário, com questõesabertas, aoscomerciantes e moradores da ruaLauro Eduardo Werneck, um dos principaisacessos à universidade, perfazendo o total de 17 amostras. A análise das respostasrevelouquetodososentrevistadosafirmaram saber o que é umacalçadaecológica, porémapenas 41,18% responderamcorretamente a funçãoecológica das mesmas. Do total, 82,3% gostariam de terumacalçadaecológicaemfrente à sua casa oucomércio; 88,2% se encarregariam de aguar as plantasnasprimeirassemanas de implantação das calçadas, e apenas 58,8% estásatisfeito com a atualarborização de suarua. Emadição, 70,5% dos entrevistadoscontribuiriam com algum valor monetário, para queprojetosdestanaturezafossemimplantados.

Apoio: SICOOB (Maringá, PR)
Texto disponível em: www.dbi.uem.br, no link resumosemabi 2009

Ações desenvolvidas no ano de 2011:
As açõesrealizadasdurante o ano de 2011 estiveramvinculadas à AMECOM (Associação dos MoradoresEcologicamenteCorretos de Maringá), sendoimplantadaumacalçadaecológicanarua 10 de maio, nasproximidades da avenidaMorangueira. As plantasdestacalçadaecológicapermanecerembomestado e cumprem a função de auxiliarainfiltração de água no solo e contribuir com a qualidade de vidanosbairros da cidade. Participantes da AMECOM e moradoreslocaisforaminformadosdestasações e esclarecidosquantoàsprincipaisfunções das calçadasecológicas para o bemestar no ambienteurbano.

Públicoalcançado/característica do público:
Tipo de Beneficiário Local de abrangência Quantidade
Moradores dos bairrosaoredor do campus universitário Maringá 56
Total 56


Esse projeto de extensao está com suasatividades suspensas, por tempo indeterminado, a partir do dia 30/11/2011.