topo frente

Cursos

16/06 a 23/07 - O Rio que muitos não viram uma abordagem interdisciplinar de história ciência, arte, tecnologia e meio ambiente na cidade maravilhosa - Turma 3/2012

Período: 16/06 a 213/07/12

Local: UEM e Rio de Janeiro.

Número do Processo: 5037/12

Público: 41 pessoas (Alunos e professores do Ensino Básico e comunidade em geral)

Carga horária: 56 horas

Coordenadores: Marcílio Hubner de Miranda Neto.

Parceiros: CAE, Lions Universitário

Comissão Organizadora:
Gilberto Gumieri (2h/a)
Sônia Trannin de Mello (1h/a)
Isabel Ferreira da Silva Chagas (6h/a)
Débora de Mello Gonçales Sant'Ana (1h/a)
Marilaine Correa Tenório Calvi (2h/a)

Ministrantes:
Marcílio Hubner de Miranda Neto (49h/a)
Marcos Eduardo Pintinha (3h/a)
Débora Cristina Ravagnani (4h/a)

 Justificativa:
O Projeto: “O Rio que muitos não viram” tem como proposta contribuir para a reflexão sobre diferentes alternativas de ensino e aprendizagem. É sabido que construir o conhecimento é mais que promover a fixação de conceitos, é, sobretudo, promover situações de aprendizagem que possibilitem ao sujeito a formação para interagir no meio. A construção dessas situações é um desafio para os profissionais preocupados com a educação. Assim, pesquisas apontam que espaços fora do ambiente escolar, mais comumente conhecidos como não-formais, são percebidos como importante recurso complementar às práticas pedagógicas, sendo uma alternativa de aquisição de conhecimentos além do ambiente escolar. E é como citado por Vygotsky: "qualquer modalidade de interação social, quando integrada num contexto realmente voltado para a promoção do aprendizado e do desenvolvimento, poderia ser utilizada, portanto, de forma produtiva na situação escolar.” Para o desenvolvimento do conhecimento faz-se necessárias intervenções, por intermédio das várias formas que se dá a educação.  O contato  com espaço e ambientes como museus, teatros, igrejas, cinemas, mesquitas, tem sido apontado como excelente forma de apreensão do conhecimento em suas múltiplas vertentes: história, ciência e cultura. Na perspectiva da interdisciplinaridade, a visitação de estudo é uma oportunidade de integração dos diversos aspectos do currículo, fomentando também a articulação com as formas de gestão. Desta forma, este projeto visa estimular a capacidade de observação, reflexão crítica, provocando a curiosidade e valorização das múltiplas formas de gestão nos espaços públicos, relacionando com a educação formal.

Bem Social:

Este curso oportunizou aos docentes do ensino básico e superior e a acadêmicos da UEM, melhor conhecimento de como utilizar recursos da comunidade para dinamizar o ensino. Desta forma entendemos que há uma colaboração para melhorar a qualidade de ensino de escolas públicas e privadas. Alem disto, a visitação a museus, teatros e parques é uma forma de contribuir para formação de publico nestes espaços

dnyada en çok satılan viagra fiyatları konusunda önc bir çalışma yrten viagra satın al gibi işlemleri yapabileceğiniz çok amaçlı alışveriş sitesi
kamagra kapsl cinsel performansı arttıran bir ilaçtır
cialis fiyatları gibi rnleri alabileceğiniz cialis fiyat hakkında bilgi veren kaliteli bir satış sayfası
jingling indir